24.5.10

Como descartar Lâmpadas Fluorescentes?

TOXIDADE DAS LÂMPADAS

Se rompidas liberam vapor de mercúrio, que será aspirado por quem as manuseia.

  • Efeitos:
O mercúrio pode chegar até ao cérebro, infiltrando-se a partir dos pequenos vasos sanguíneos que o irrigam. Também se infiltra no leite materno e no feto. Altera as estruturas das proteínas, desativando os sistemas enzimáticos e causando lesões nas membranas celulares. Os principais prejuízos estão relacionados com o sistema nervoso.
  • Sintomas:
Se o mercúrio tiver sido inalado e a dose for baixa e prolongada, causa fadiga, dor de cabeça, insônia, nervosismo e incoordenação. Se tiver sido ingerido, causa inflamação da boca e gastrintestinal, náuseas, vômitos e dor abdominal.
  • Fontes:
Lâmpadas fluorescentes quebradas, amálgamas dentárias, termômetros, o desinfetante de mercúrio cromo, alguns medicamentos antiparasitários e laxantes, cosméticos, ceras para assoalho, água potável, produtos contra pragas. O ar contaminado das cidades também é uma fonte considerável de contaminação. Os peixes acumulam-no no seu tecido gordo, em especial os de vida longa, como o atum e o peixe espada.

Como descartar esse material:


Veja Mais:

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails

Seguidores

Veja todas as postagens

Desenvolvimento e Gestão do Blog: Zope Mídia

  © Free Blogger Templates 'Greenery' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP